sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O Natal

A cena passou-se na Beira, Moçambique.
Naquele tempo por imposição paternal íamos á missa do Galo no Natal, o que era uma chatice pois atrasava a abertura dos presentes e diga-se de passagem, também nunca fui muito de ir á missa.
Regressávamos a casa vindos da catedral da Beira, entrámos na rotunda do cinema S.Jorge, era noite de Natal, quando vimos, á esquerda, sentado num muro baixo um homem com a cabeça entre as mãos. Chorava desconsoladamente.
Nunca soube a razão e nunca me esqueci dessa cena. Todos os Natais lembro-me dela...
Hoje desejo que essa criatura tenha encontrado a paz que merece.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nobita escreveu: