sábado, 19 de dezembro de 2009

CHAMARAM-NA DE FÉNIX

As labaredas do deserto toldaram-lhe o espírito

Pobre ave que acreditou na imortalidade

Desesperada lutou num inferno negro

Acabando despedaçada pelas suas ilusões


M/T Genmar Conqueror

13 de Setembro de 2004

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nobita escreveu: