sexta-feira, 6 de maio de 2011

O Caminho


Chão duro e irregular
Tropeçando cada passo
Caminho sem rumo
Cego
Louco
Desesperado
Calcorreio caminhos
Chão duro e irregular
Um passo uma batida
Uma vida
Um desespero
O peito oprimido pela dor
O som da tristeza
O meu arfar
Caminho o meu destino
Indiferente
Cego
Louco
Indiferente
Á dor, á vida
Caminho sem destino
Esperando que a noite me engula….

Jimmy
Pembroke, 6 de Maio de 2011

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nobita escreveu: