terça-feira, 14 de junho de 2011

Ela voltou


Ela voltou
Entrou-me pelos olhos
Invadindo minhas memórias
Perturbando meu sossego
Ela, adormecida nos tempos
Voltou
Trazendo recordações
De velhas tesões
De velhas memórias
Enterradas mas vivas
Regressaram lazarentas
Perturbando
Este espírito já tão magoado
Ela voltou
Trazendo a incerteza
De quem já não sabe nada
De quem já não tem certezas de nada
Quero viver, apenas
Livre de amar
Quem quer ser amada
Sentado escrevo
Ela voltou

Jimmy
Bordo, 13 de Junho de 2011

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nobita escreveu: